terça-feira, 6 de setembro de 2011

Dica da MAH.

Oiiiii garotasss... e ai, já estão aproveitando a dica da semana passada?! Vale a pena heinnn, quem já esta fazendo tenho certeza  que sentiu diferença ;)!!
Mas então....  hoje o assunto continua sendo sobre os peelings, que são também esfoliações, mas  dessa vez vou contar tudo pra vocês sobre cada um deles, as diferenças, as indicações, para que na hora de fazer, escolher o procedimento correto para sua pele, que merece todo cuidado do mundo!
Meninas, existem 3 tipos de peelings, e entre esses três, uma imensidão de variedades!
Existem os PEELINGS FÍSICOS: que são em geral os cosméticos que contém substâncias abrasivas para remover células mortas e impurezas. Atua por atrito, carregando a sujeira para longe da pele, são os que necessitam da abrasão mecânica, ou seja, uma ajudinha para esfoliar, sendo todos os tipos que contém grãos, podendo ser eles de caroço de frutas, ou suas próprias sementes ou até industrializado, que é o caso do polietileno (microesferas de plástico). Esse tipo de esfoliante é o que devemos utilizar semanalmente, em nossa casa, para fazer a manutenção da pele.
Mas não podemos esquecer do tão famoso peeling de cristal, que faz parte dos Físicos, pois realiza sua ação pelo “lixamento”através do óxido de zinco (um pó muito fino), ele tem excelentes resultados em peles desvitalizadas, realiza uma ótima renovação, e é um coringa em vários tratamentos estéticos, mas sozinho ele não consegue retirar manchas ou rugas mais profundas ok?! Ele pode ser feito em qualquer época do ano para melhorar a qualidade da sua pele, assim como peeling de diamente, que é uma “mini lixinha”.
Já os PEELINGS QUÍMICOS:  são compostos de agentes químicos esfoliantes, que irão produzir uma ação de profundidade variável. Todos estes compostos são de uso exclusivo estético, dermatológico e médico, e só podem ser aplicados por especialista. Os produtos ativos mais utilizados são:
Ácido glicólico, Ácido Málico, Ácido Retinóico, Ácido tricloroacético, Fenol de Baker, Resorcina, Solução de Jessner, entre outros.
No caso dos peelings químicos existem várias indicações, e quem saberá escolher o correto para sua pele após uma minuciosa avaliação, sou EU hehehe ou seu dermatologista. Os peelings podem ser superficiais, médios e profundos, e tratam desde uma pele sem viço, opaca e espessa, até manchas de gravidez, sol ou de acne, além de rugas e flacidez de pele. São ótimos quando realizados corretamente, mas só podem ser aplicados no inverno, pois o sol é o maior inimigo dos peeling químicos, o uso de fotoprotetores é extremamente necessário.
E não podemos esquecer dos PEELINGS ENZIMÁTICOS: que são compostos de enzimas que hidrolizam a queratina (principal componente da pele), renovando a pele de forma menos “agressiva” podemos assim dizer, eles são perfeitos para peles sensíveis, são ótimos quando realizados junto a outros tratamentos estéticos também, e podem ser realizados no verão.
É muito importante escolher um profissional qualificado para realizar o procedimento mais indicado para sua pele, assim você ficará com uma pele linda e jovem para sempre ;)!
Bom final de semana a todasssss!! Um super beijo da Mah!

Um comentário:

a Frahn ;D disse...

Eu só faço o com esfoliante em casa uma vez por semana mesmo rs, mas acho super válido um tratamento quando necessário. Já seguia o blog ;) Obrigada pela visita e seja sempre muito bem vinda ao EeP

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...